Oficina População Programação

Guru ensina movimentos da dança indiana durante oficina na Bienal

Guru ensina movimentos da dança indiana durante oficina na Bienal

A dança indiana é uma das mais bonitas expressões corporais e artísticas existentes. Além de leveza, os movimentos característicos aliam flexibilidade, firmeza e expressão facial. Parte desse conhecimento milenar foi partilhado pelo professor da Índia, Manoranjan Pradhan, na manhã desta quinta-feira (5), dentro da programação da 8ª Bienal Internacional de Alagoas. Pela segunda vez no Brasil, o guru comandou a Oficina do 3º Encontro Internacional de Pesquisadores de Dança Indiana e Artes Corporais do Oriente.

“É um processo longo até vocês conseguirem dançar, ter o controle das mãos para se expressar. Por isso, é importante se apaixonar pela dança. Agora, parece muito difícil, mas não é impossível”, disse Pradhan. “O contentamento da dança, que traz o sorriso de felicidade. Finjam que não estão sofrendo”, brincou o professor para driblar a dificuldade dos movimentos.

A maioria dos participantes era de estudantes do curso de Dança da Ufal, que estavam acompanhados da docente da Universidade, Joana Wildhagen. A turma se esforçou bastante para acompanhar os movimentos propostos pelo guru indiano. “A oficina foi muito boa, com exercícios puxados com os quais não estamos acostumados. Está sendo uma experiência maravilhosa, aprendendo muito com um professor de fora”, destacou Panfy Ferreira, estudante da Universidade e que já foi monitora de dança indiana.

A professora do Departamento da Dança da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Marília Vieira Soares também participou da oficina. “Pradhan é um respeitável guru na Índia porque retém um conhecimento que vem de longa data, passado de guru para aluno e, assim, formando novos gurus. Ele é professor doutor numa universidade da Índia”, ressaltou. “Os exercícios da dança indiana são, antes de tudo, para o corpo humano”, acrescentou Soares.

Mais dança da Índia na Bienal de Alagoas

Na noite desta quinta-feira (5), das 19h às 22h, vai ter apresentação do 3º Encontro Internacional de Pesquisadores de Dança Indiana e Artes Corporais do Oriente, na Sala Ponta Verde do Centro de Convenções.

Já amanhã, sexta-feira (6), será realizada a segunda oficina do encontro, das 10h às 12h, na Sala Pitanga. Todas as atividades são gratuitas.

Lembrando que a 8ª Bienal Internacional de Alagoas prossegue até domingo, 8 de outubro. Confira todos os detalhes no link.

Thâmara Gonzaga – jornalista
Fotos: Renner Boldrino

IMG_9940

Faça seu comentário

*Nota: Seu e-mail será mantido em segredo e não será publicado