Oficina Programação Universidade

Oficina de desenho é ministrada com paixão e criatividade

Oficina de desenho é ministrada com paixão e criatividade

Fellipe Ernesto, natural de Maceió, é um apaixonado pela arte. Encantado pelo o mundo do desenho, ele pratica desde criança e conta que desenhar ultrapassou os limites da meditação e se tornou um alimento para alma. O doutorando em Letras ministrou uma  oficina de  desenho, nesta quinta (5), durante a Bienal e revela que o aperfeiçoamento de sua técnica, além da prática, vem de pesquisas motivadas pelo amor.

Mesmo não tirando o sustento com a arte,  ele aceita algumas encomendadas e confessa que é um desafio lidar com as expectativas das pessoas. Segundo Fellipe, isso é difícil e limitador porque nem sempre o retrato do real é o que seu cliente espera. O artista também produz marcadores de páginas personalizados com seus desenhos.

Na oficina ministrada na Bienal ele trouxe a proposta de criar personagens, dando uma introdução do processo de criação de nomes famosos do cinema. O maceioense convidou a soltar a imaginação e colocar o lápis no papel! Com belíssimos desenhos autorais Fellipe encantou a todos com seu talento, simpatia e jogo de cintura para lidar com os diferentes públicos que estavam presentes, desde  crianças até adultos.

Victória Pereira – estudante de Relações Públicas
Fotos: Renner Boldrino

IMG_0134

Faça seu comentário

*Nota: Seu e-mail será mantido em segredo e não será publicado